top of page

Abel Moda Vôlei sai na frente nas semi da Superliga B

Time brusquense depende de mais uma vitória para alcançar a elite




Fator casa contribuiu para a vitória por três sets a zero sobre a equipe pernambucana. Foto: Divulgação.

O Abel Moda Vôlei/Brusque (SC) aproveitou o fator casa e saiu na frente nas semifinais da Superliga B Bet7k feminina. Nesta segunda-feira (25/03), a equipe do técnico Maurício Thomas venceu o Recife Vôlei (PE) por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/15 e 27/25, na Arena Brusque (SC). Com isso, abriu 1 a 0 na série melhor de três dos playoffs e está a um triunfo de garantir uma vaga na final, bem como a classificação para a Superliga 2024/2025.


O segundo duelo está marcado para quinta-feira (28/3), às 16h, no Geraldão, em Recife (PE), com transmissão ao vivo do sportv 2. O time pernambucano precisa da vitória para forçar a terceira partida, no dia 2 de abril, novamente em sua casa, já que se classificou para as semifinais com a segunda melhor campanha. A equipe catarinense, que avançou em terceiro, tenta retornar à elite do vôlei brasileiro após o rebaixamento no ano passado.


“Estou feliz com a vitória e com o desempenho de todas do nosso time. Nossa união e nossa vontade fizeram a diferença. O elenco tem muito potencial e espero esse mesmo desempenho de toda equipe para o próximo jogo”, disse a ponteira Tainá, de 21 anos, um dos destaques da vitória catarinense.


O Abel Moda Vôlei/Brusque (SC) teve uma atuação consistente no primeiro set.  De cara, abriu 9/2, com a ponteira Tainá no saque. Mas o Recife Vôlei (PE) foi buscar a diferença e igualou em 10/10, após um erro de ataque das adversárias. As equipes trocaram pontos até a reta final, quando a central Leticya foi para o serviço, e o grupo catarinense abriu 21/17. As mandantes fecharam em 25/18, graças a um toque na rede do oponente.


O saque voltou a fazer a diferença a favor do Abel Moda Vôlei/Brusque (SC) no segundo set. Com um ace de Letycia, as donas da casa abriam 6/2. A equipe de Santa Catarina seguiu à vontade e contou com um bloqueio de Tainá para marcar 14/7. Novamente, Leticya se saiu bem no saque e, com um ace, levou o placar para 22/12. Coube à oposta Jaque, outro destaque da partida, colocar no chão a última bola da parcial e ampliar a vantagem: 25/15.


O Recife Vôlei (PE) voltou melhor para o terceiro set e conseguiu criar dificuldades para o Abel Moda Vôlei (SC), com Karine no saque. O time nordestino abriu 8/3. Mas as mandantes responderam no mesmo fundamento, e com mexidas de Maurício Thomas, para empatar em 17/17. A emoção tomou conta da Arena Brusque, com grandes defesas dos dois lados. A ponteira Tainá marcou o ponto que deu a vitória à equipe do Sul, por 27/25.


O vencedor da série terá pela frente na decisão da Superliga B Bet7k feminina o ganhador do confronto entre Mackenzie Cia. Do Terno (MG) e Curitiba Vôlei (PR).



SUPERLIGA B BET7K FEMININA 2024

SEMIFINAIS

PRIMEIRA RODADA

25/3 (SEGUNDA-FEIRA) Abel Moda Vôlei/Brusque (SC) 3 x 0 Recife Vôlei (PE) (25/18, 25/15 e 27/25), na Arena Brusque, em Brusque (SC)

25/3 (SEGUNDA-FEIRA) Curitiba Vôlei (PR) 2 x 3 Mackenzie Cia. do Terno (MG) (25/11, 25/23, 20/25, 25/27 e 15/17) no Círculo Militar do Paraná, em Curitiba (PR)

SEGUNDA RODADA

28/3 (QUINTA-FEIRA) Recife Vôlei (PE) x Abel Moda Vôlei/Brusque (SC), às 16h, no Geraldão, em Recife (PE) – sportv 2

28/3 (QUINTA-FEIRA) Mackenzie Cia. do Terno (MG) x Curitiba Vôlei (PR), às 18h30, no Mackenzie, em Belo Horizonte (MG) – sportv 2

TERCEIRA RODADA (SE NECESSÁRIO)

2/4 (TERÇA-FEIRA) Recife Vôlei (PE) x Abel Moda Vôlei/Brusque (SC), às 16h, no Geraldão, em Recife (PE) – sportv 2

3/4 (QUARTA-FEIRA) Mackenzie Cia. do Terno (MG) x Curitiba Vôlei (PR), às 17h, no Mackenzie, em Belo Horizonte (MG) – sportv 2


  • Com informações da Assessoria de Comunicação da CBV

21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page