Blumenau reage e Blackstar tropeça em jogo dramático no Brasileiro de Basquete


A equipe de Blumenau que conta, na maioria, com jogadores formados no Estado e poucos emprestados pelo Flamengo (RJ), aplicou a segunda vitória, desta vez diante do Vila Nova (GO) por 90 a 60. O time suportou um primeiro período equilibrado no placar e já no segunto foi se embalando com grande vantagem sobre o adversário. Na avaliação técnica, foi o jogo que faltava para a recém-formada equipe se superar com o avanço no entrosamento. Destaques individuais na partida ficaram por conta das apresentações de Luiz Senke, Bruno Lazaris e Jeferson Socas, atletas formados em Santa Catarina. Com a segunda vitória na competição, o time reascende as chances de classificação para a próxima fase. O Vila Nova praticamente se despediu da primeira fase ao acumular a quarta derrota.

Mas o jogo mais equilibrado da rodada foi protagonizado pelo Blackstar, de Joinville e o Anápolis (GO). O time goiano venceu por um ponto (70 X 71), vitória construída nos últimos dois segundos de jogo. Ao longo da partida, a equipe joinvilense pegou pelos erros fora do normal nos lances livres e, ao contrário, o Anápolis fez a diferença. Num jogo em que a desvantagem para uma equipe e outra não superou os cinco pontos, o resultado se definiu nos instantes finais da partida.

Quando o cronometro regressivo marcava um minuto e vinte segundos para terminar a partida, o Blackstar tinha vantagem de quatro pontos. Sofreu duas cestas de dois pontos, sendo que na segunda o armador Zé Carlos – o melhor do jogo, com 80% de aproveitamento nos arremessos – ainda sofreu falta após converter e empatar em 70 a 70. Com dois segundos para zerar o cronômetro, ele converteu a bonificação pela falta dentro do garrafão. Final: 70 X 71.

Agora as duas equipes catarinenses vão medir forças na quinta rodada que acontece hoje às 13h45, em Goiânia.


Fórmula de Disputas


A competição desta temporada é formada por12 equipes, separadas em duas conferências. A conferência Gerson Victalino é composta por Botafogo, Basket Osasco, Anápolis Vultures, Vila Nova/AEGB, Flamengo/Blumenau e Blackstar de Joinville.

Na conferência Hélio Rubens Garcia temos Ponta Grossa/NBPG, ADRM/Maringá, Londrina Basketball, Basquete Brusque, União Corinthians e Joinville Basquete. Brusque e Joinville estreiam na competição no dia 23 de fevereiro.

Estas 12 equipes se enfrentam em jogos de turno e returno, com os dois primeiros de cada conferência se classificando diretamente para fase de playoffs. As equipes que ficarem da terceira colocação até a sexta, se enfrentam em jogo único e os vencedores garantem vaga na fase de quartas de final.

Nas quartas de final, os clubes se enfrentam em série melhor de três. A fase semifinal e final é disputada no formato "Final Four", onde os clubes se enfrentam entre eles, em uma sede fixa e dias seguidos. O time que fizer a melhor campanha vence o torneio.

19 visualizações0 comentário