top of page

CED-SC homologa Boxe definitivo no JASC

Taekwondo, Caratê, Judô e o Jiu-Jitsu também integram o rol de artes marciais nos Jasc

O Boxe passa a ser a quinta arte marcial a compor o programa de disputas oficiais nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A homologação da modalidade aconteceu na manhã desta quinta-feira (09), durante reunião plenária do Conselho Estadual de Esporte (CED-SC). A decisão, por unanimidade, aconteceu após parecer apresentado pela comissão especial de avaliação do CED que, nos últimos dois anos, acompanhou o processo de inclusão definitiva.

A modalidade foi disputada em caráter de apresentação nos Jasc de São José (2020) e Rio do Sul (2022). Na sua última apresentação, pelo menos 75 boxeadores participaram de uma competição especial em um ringue instalado num dos ginásios esportivos de Rio do Sul. Inicialmente, o boxe ingressa como modalidade oficial no naipe masculino, mas já existem planos de fomentá-lo, também, no feminino a partir de um trabalho prometido pela Federação Catarinense de Boxe.

Além do Boxe, o Taekwondo, Caratê, Judô e o Jiu-Jitsu integram o rol de artes marciais incluídas nos Jasc e que passam a representar pontos aos municípios que aspiram o título de campeão geral da competição.

Anualmente, cabe ao CED-SC avaliar, a partir de critérios pré-estabelecidos em suas resoluções, o andamento dos processos de seleção de modalidades postulantes à disputa da maior competição poliesportiva do Estado. O rito de ingresso tem início nos dois primeiros anos, quando a modalidade ingressa nos Jasc nas condições de apresentação e provisória. Após este período, faz-se uma análise do cumprimento de todos os itens protocolares, sendo ela homologada ou não.

De junho a agosto de cada ano, as federações interessadas podem dar entrada junto à Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) e ao CED-SC com o pedido de ingresso nas competições, sendo de suas responsabilidades toda e qualquer despesas (arbitragem, acomodação de atletas, deslocamentos, fornecimento de ringue, etc.) durante os dois primeiros anos nas condições de apresentação e provisória. Se homologada, o governo do Estado, então, por meio da Fesporte, assume toda e qualquer despesa em sua disputa no terceiro ano já como oficial.


Confira abaixo algumas imagens das disputas em Rio do Sul







42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page