top of page

Ondas excelentes marcam a abertura do Surf Talentos Oceano 2024

Atualizado: há 2 dias

O Circuito Surf Talentos Oceano 2024 começou da melhor forma possível



A praia da Ferrugem, em Garopaba(SC), recebeu a nova geração do surf catarinense e brasileiro neste último final de semana para a abertura do Circuito Fecasurf de Base 2024. As condições estiveram excelentes (principalmente no sábado) com praia cheia e temperatura agradável durante todo o dia. As ondas quebraram na faixa de “0,5 metrão” com boa formação nas séries durante os dois dias de disputas.  

O primeiro dia de competição foi reservado para as categorias Sub-12/14  e 16 Masculino, que definiram seus finalistas após uma maratona de baterias eletrizantes disputadas durante todo o sábado.   A primeira semifinal a entrar na água foi a Sub-16 Masculina, que classificou a dupla do Campeche Henrique Venceslau (1º) e Michel Demétrio (2º) para a final. 


Na bateria seguinte Yuri Gabryel foi o destaque do confronto, assumindo a liderança na metade da disputa para não perder mais. Em segundo ficou o imbitubense Lucas Costa, que virou na última onda para cima de Luigi Wengrover. Na sequencia foi a vez da Sub-14 Masculina conhecer seus finalistas. Na primeira semifinal Michel Demétrio fez uma das melhores notas da competição (8,0 pts) e avançou à grande final com o somatório de14 pts em suas duas melhores ondas.


Luca Messenger ficou em segundo, conseguindo a virada em sua última participação (5.0 pts). O surfista de Floripa Lucas Miguel assumiu a liderança da segunda semi após marcar 5.31 em sua primeira onda. Ele ainda cravou 7.0 pts para consolidar a primeira posição e sua vaga na decisão. Rian Pietro ficou em segundo, após uma disputa acirrada contra Kaleb Henrique(ES) e Cauan Saito, terceiro e quarto respectivamente. As duas últimas semifinais do sábado foi a Sub-12 Masculino.


Kaleb Henrique (ES) já ficou direto da bateria anterior para liderar o primeiro confronto do início ao fim e garantir sua vaga na final deste domingo. Miguel Pereira foi o segundo, superando Raoni Rodrigues (que entrou atrasado na disputa) em terceiro. Na última bateria do dia Luca Messenger, sergipano radicado em Floripa, começou forte com 6.0 pts em sua primeira apresentação, seguido de Cauã Saito que deu o troco com 5.0 pts numa bela direita. Luca Messenger garantiu a vitória na bateria após surfar uma longa esquerda de backside e marcar 5.0 pts. Saito terminou a disputa em segundo, com Noah Teixeira em terceiro.                          


 Após mais uma sequencia de disputas durante a parte da manhã, as finais das oito categorias entraram na água para a definição dos primeiros vencedores desta temporada. Foi a vez da estreia das categorias Sub-08, Sub-10, Sub-12, Sub-14 e Sub-16 Femininas na competição. As ondas diminuíram um pouco em relação ao dia anterior, mas mantiveram a boa formação nesse domingo nublado para as decisões. 


A primeira final do dia foi com a garotada da Sub-08, que reúne os surfistas mais novos que participam do circuito. A vitória foi para o atleta local J.P Batatinha, que disputou pela primeira vez uma etapa do Circuito de Base da Fecasurf. Benji Gonçalves ficou em segundo, com Ricardo Búrigo em terceiro e Arthur Henrique na quarta posição. Na sequencia foi a vez da final da Sub-10 Masculino.


A bateria foi muito equilibradaa durante seus 15 minutos, com alternância na liderança entre Davi Lucca, Guilherme Goulart e Bernardo Pires. Com uma nota 4.50 na metade do confronto, Bernardo assumiu a primeira colocação até o minuto final, quando Davi Lucca aplicou uma boa batida de backside e conseguiu a virada em sua última chance para o vencer. Ele precisava de 4.35 e marcou 4.95 para a virada do título.


Bernardo Pires terminou com o vice-campeonato, Guilherme Goulart no terceiro posto e Rafael Acom em quarto lugar. A terceira final do dia foi a Sub-12 MasculinoO capixaba da praia de Ulé (ES) Kaleb Henrique dominou as ações do início ao fim, cravando 7.25 em sua primeira participação, o que lhe deu tranquilidade para administrar o resultado. Ele ainda faria uma boa segunda onda, marcando 5.50 para conquistar o título da etapa de abertura do Surf Talentos Oceano 2024. Em segundo ficou Luca Messenger, com Cauan Saito na terceira colocação e Miguel Pereira fechando a lista em quarto lugar. 


A decisão da Sub-12 Feminino foi eletrizante do início ao fim. A lagunense Maria Heizen começou a decisão na frente com 3.75. A resposta de Lulu Vivan, de Balneário Camboriú(SC) veio em seguida, com 3.25, deixando a disputa em aberto até o final. Faltando menos de 3 minutos para o encerramento Lulu Vivan precisava de 4.15 para ficar com o título. Ela virou o resultado em uma boa esquerda de frontside conseguindo 4.75 dos juízes para festejar mais uma vitória.


No último final de semana ela venceu a etapa do Circuito CBSurf de Base em sua categoria realizado em Porto de Galinhas (PE). Maria Heizen terminou a prova na segunda colocação, Maya Reis em terceiro e Manu Moraes ficou na quarta posição. Na disputa seguinte foi a vez da Sub-14 Feminino entrar na água. Ana Aguiar liderou boa parte da bateria, mas na segunda metade da disputa Kauanny de Souza saiu da quarta para a segunda posição após surfar a melhor onda da bateria (7.0 pts). A poucos minutos do fim ela precisava de 3.35 para o título e fez 3.85 em sua última chance, deixando Ana Aguiar sem tempo para a reação e com o vice-campeonato da etapa.


As gêmeas de São Francisco do Sul (SC) Kaylane e Kyara Antunes terminaram na terceira e quarta colocação respectivamente. A decisão da Sub-14 Masculina foi mais uma disputa de tirar o fôlego neste final de semana em Garopaba(SC).  Michel Demétrio continuou apostando nas direitas de backside e se deu bem. Ele abriu a bateria com 5.50 pts e liderou o confronto do início ao fim para sacramentar o título com uma nota 6.0 pts em suas duas melhores ondas.  Rian Prieto terminou na segunda posição surfando a melhor nota da bateria (6.50), numa direita com três manobras muito bem executadas.


Luca Messenger finalizou no terceiro posto com Lucas Miguel em quarto lugar. A penúltima final do dia foi a categoria Sub-16 Feminino, que estreou no circuito neste ano. Ana Aguiar começou liderando com 5.10 em sua primeira onda. Ela tomou a virada de Luiza Rosa Teixeira a quatro minutos do fim, quando a surfista da praia do Rosa acertou uma bela batida na junção que lhe valeu 6.0 pts. Faltando um minuto para o término Ana Aguiar teve sua última tentativa recompensada com 6.65 numa ótima esquerda para virar o resultado a seu favor e ficar com o título. Luiza Rosa foi a segunda colocada, com Kauanny de Souza no terceiro posto, e Kyara Antunes na quarta colocação.       


A última final decidida nessa primeira etapa do Circuito Surf Talentos Oceano 2024, apresentado pela Surfland Brasil e Mini Kalzone foi a Sub-16 Masculino. Henrique Venceslau começou forte a disputa, largando com 7.0 pts em sua primeira onda. Yuri Gabryel respondeu a altura fazendo 7.75 na sua segunda participação  e sacramentando a vitória em seguida com 7.35 pts, para somar imbatíveis 15.10 pts no somatório. O surfista de Imbituba(SC) Lucas Costa saiu da terceira para a vice-liderança, superando Henrique Venceslau em sua última participação, com um score de 5.80 pts. Venceslau terminou em terceiro, com Michel Demétrio no quarto posto.


 A próxima etapa do Circuito Surf Talentos Oceano 2024, apresentado pela Surfland Brasil e Mini Kalzone ainda não tem local definido. Nos próximos dias a organização divulgará a praia que sediará a competição.                          




Ações Ambientais durante o evento 



A praia da Ferrugem conta com uma associação de surf muito ativa nos aspectos socioambientais locais, principalmente relacionados à conservação das dunas frontais e da vegetação de restinga com função de fixação destas dunas. A Associação de Surf da Ferrugem (ASF) fechou no início do ano de 2024 uma parceria com o Instituto de Meio Ambiente de Garopaba (IMAG), com o objetivo de cercamento e proteção deste ecossistema situado no canto norte da praia, um dos locais com as melhores ondas do município, palco dos principais eventos de surf.


 Visando realizar a compensação da emissão de gases de efeito estufa relacionadas ao evento por meio do plantio de árvores nativas, a FECASURF procurou o IMAG para ouvir sugestões de locais propícios para este plantio. O IMAG informou à FECASURF que pretende inserir vegetação arbórea nativa na restinga alvo da ação em parceria com a ASF, com o objetivo de substituir a médio e longo prazo a vegetação arbórea exótica do local. Levando em consideração as propriedades ambientais do local do plantio (solo pobre, com baixa retenção de umidade e alto índice de salinidade), a FECASURF plantou o dobro das mudas indicadas no Livro de Regras, inserindo 30 mudas de Aroeiras Vermelhas, uma das poucas espécies pioneiras com chances de sobrevivência neste tipo de ambiente.      


O Plantio foi realizado por meio de ação socioambiental, engajando membros da FECASURF, da ASF, da Associação de Surf de Garopaba (ASG) e atletas da elite da categoria de base do surf catarinense, grandes formadores de opinião da nova geração de surfistas brasileiros. Junto ao plantio, as mudas também receberam adubação, visando compensar a pobreza do solo.       O IMAG acompanhou a ação, tendo em vista que o ambiente é considerado Área de Preservação Permanente (APP), possuindo proteção legal.                    


KEEP THE OCEAN BLUE NAS ESCOLAS      


Uma das tradições do Circuito Surf Talentos Oceano é a realização de uma ação socioambiental em uma escola municipal próxima ao local do evento. Ela é ministrada pelo Keep The Ocean Blue, um projeto de responsabilidade ambiental da Oceano Surfwear, patrocinadora do Circuito, que visa auxiliar a combater o lixo nos oceanos.       O trabalho realizado nas escolas consiste em utilizar do esporte e dos atletas (formadores de opinião) como ferramenta para sensibilizar, conscientizar e educar as crianças locais em prol dos oceanos.      


Desta vez a ação contemplou a turma do 5º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Jandira Luiza da Silva. Além do fotógrafo Marcio David, coordenador do projeto, a ação contou com o surfista profissional Hediéferson Junior e o surfista bicampeão catarinense Sub12 Henrique Surfboy, além do Biólogo Reinaldo Jaeger, Diretor de Sustentabilidade da FECASURF. Foi realizada uma apresentação com imagens da equipe da Oceano Surfwear, abordando todo o contexto natural, social e de impactos ambientais dos oceanos, conduzindo as crianças a refletirem sobre o seu papel na conservação deste importante ecossistema (oceanos), que é um dos quintais das casas da comunidade da Ferrugem.              


 SELO EVENTO SUSTENTÁVEL FECASURF 


Santa Catarina busca garantir a sustentabilidade dos eventos de surf em seu território, inserindo mais uma camada de proteção ambiental, por meio de um Capítulo Específico de Sustentabilidade no Livro de Regras das competições da FECASURF.       A FECASURF construiu um Plano de Gestão Ambiental (PGA) completo e personalizado para este evento, elaborado e executado por profissional tecnicamente e legalmente habilitado, que emite ART junto ao Conselho Regional de Biologia (CRBio).      


Este PGA foi composto por diversos Programas Ambientais, que visam eliminar, controlar e mitigar impactos negativos (resíduos, degradação de ambientes frágeis e protegidos, etc) e potencializar os impactos positivos (educação ambiental, engajamento social, etc.). Este planejamento, além de realizar o controle ambiental do evento, ainda garante que a imagem gerada por ele seja positiva perante a sociedade, reduzindo a possibilidade de mídia negativa para o evento e para os patrocinadores, devido à uma gestão socioambiental desorganizada. 


Um evento que atua com Responsabilidade Socioambiental acaba conquistando um valor agregado, o que acaba se tornando um diferencial competitivo em relação a outros eventos, desde que comunicado de maneira correta e eficaz. Com o objetivo de evidenciar para a sociedade os esforços dos eventos que são realizados dentro de um padrão de sustentabilidade, a FECASURF criou o SELO EVENTO SUSTENTÁVEL, atestando pelas boas práticas socioambientais do evento. 



Circuito Surf Talentos Oceano 2024 – Apresentado por Surfland Brasil e Mini Kalzone1ª etapa (valendo 10 mil pontos o Circuito Fecasurf de Base 2024) Garopaba(SC)Patrocínio Master: Oceano SurfwearApresenta: Surfland Brasil e Mini KalzonePatrocínio: Prefeitura Municipal de Garopaba, Fu Wax, Silverbay,  Conexão Aqua e Mais Internet.  Apoio: Keep The Ocean Blue, Eco Local Brasil,Carbon OK, RBDreams, Associação de Surf de Garopaba (ASG) e Associação de Surf da Ferrugem (ASF).Realização: Swell Eventos.Homologação: Federação Catarinense de Surf (FECASURF); 



Resultados

1ª etapa Circuito Surf Talentos Oceano 2024 


Sub-16 Masculino

1º- Yuri Gabryel               

 2º- Lucas Costa

3º- Henrique Venceslau

4º- Michel Demétrio 

Sub-14 Masculino

1º- Michel Demétrio

2º- Rian Pietro      

3º- Luca Messenger

4º- Lucas Miguel 


Sub-12 Masculino

1º- Kaleb Henrique (ES)    

2º- Luca Messenger

3º- Cauan Saito

4º- Miguel Pereira 


Sub-10 Masculino

1º- Davi Lucca           

 2º- Bernardo Pires

3º- Guilherme Goulart

4º- Rafael Acom


Sub-08 Masculino

1º- JP Batatinha                

2º- Benji Gonçalves

3º- Ricardo Búrigo

4º- Arthur Henrique 


Sub-16 Feminino

1º- Ana Aguiar      

2º- Luiza Rosa Teixeira

3º- Kauanny de Souza

4º- Kyara Antunes


 Sub-14 Feminino

1º- Kauanny de Souza     

 2º- Ana Aguiar

3º- Kaylane Antunes

4º- Kyara Antunes 


Sub-12 Feminino

1º- Lulu Vivan 

2º- Maria Heizen

3º- Maya Reis

4º- Manu Morais



Texto: João Lopes/Textos @prime.press07 – Email: prime.press07@gmail.com 

 

 

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page