Restrições dificultam ingresso de novos ocupantes das cadeiras no CED-SC

Atualizado: 10 de abr. de 2021


O ingresso de novos membros no Conselho Estadual de Esporte (CED-SC) ficará mais restrito. Agora, além de uma série de outras exigências, os candidatos às 21 cadeiras representativas terão que apresentar certificado de curso de graduação (nível superior) em qualquer área de atuação para fazer parte do colegiado.

O regramento está disposto no Edital Público, com data de 06 de abril, lançado pela atual gestão do órgão regulamentador do esporte catarinense. O Edital está voltado as pessoas interessadas em representar atletas, regiões esportivas, entidades representativas, entre elas as Instituições de Ensino Superior (IES) com cursos em Educação Física.

O prazo para protocolar candidaturas termina no dia 10 de maio. Para a definição do representante de atletas, já está em curso uma eleição virtual disponibilizada no link. Quanto ao representante das IES, a novidade é que ele deverá comprovar vínculo com a entidade que atua.

O CED-SC é um órgão representativo que legisla sobre as políticas esportivas de cunho governamental no território catarinense. Ele é composto por representantes de diversos segmentos, sendo que de suas 21 cadeiras, 10 são ocupadas por indicados do Governo do Estado, sendo outras 10 pela sociedade civil, entre eles representantes das quatro regiões esportivas.

A vigésima primeira cadeira tem como ocupante o presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), na condição de membro nato.

O mandato é de dois anos e pode ocorrer apenas uma recondução com tempo máximo de quatro anos, conforme a indicação pessoal de cada entidade.

Do atual grupo, sete conselheiros não mais poderão continuar no colegiado: Mário Medaglia (Associação dos Cronistas Esportivos/ACESC); Alexandre Monguilhott e Osvaldo Junklaus (Governo); Sérgio Schlemper (Região Centro-Oeste); Dárcio de Saules (Conselho Regional de Educação Física/CREFSC); Marcel China Ramos (Atletas) e Enio Demoly Neto (Instituições de Ensino Superior/IES).

Com as novas restrições, alguns integrantes que ainda estão no primeiro mandato, mas que não possuem nível superior, ficarão impedidos de continuar. Os novos membros do CED-SC tomarão posse após o dia 16 de junho quando termina o mandato dos atuais.

183 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo