Kelvin Nunes Soares assume Fesporte na segunda-feira, dia 15.

O novo presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Kelvin Nunes Soares, 54 anos, deve assumir o cargo na próxima segunda-feira. Natural de Santa Maria-RS, com mestrado em Educação Física pela Udesc, gestor de basquete e atual gerente técnico da Secretaria de Esporte de Joinville (Sesporte), Kelvin teve seu nome indicado pelo Deputado Estadual Fernando Krelling (MDB) e aprovado pelo governador Carlos Moises que, na última segunda-feira, encaminhou ofício ao prefeito de Joinville Adriano Silva solicitando sua liberação.

A iniciativa da mudança faz parte do processo da minirreforma administrativa anunciada pelo governador no início de janeiro. A Secretaria da Casa Civil do Estado aguarda a resposta do prefeito joinvilense para tão somente fazer publicar no Diário Oficial sua nomeação para conduzir a Fesporte que, no atual governo, tem status de Secretaria de Estado desde a extinção da Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo (SOL).

Kelvin Soares vai assumir a presidência no lugar de Rui Godinho, que se despede da entidade na sexta-feira depois de dois anos na casa. A dança das cadeiras na Fesporte já começou com a troca de posições pontuais na hierarquia da entidade. Nesta quarta-feira (10), tomou posse Rogério Lemos Cardoso, o “Coronel Lemos”, como novo diretor administrativo financeiro. Lemos tem proximidade com o voleibol, tendo sido árbitro da modalidade.



Deputado Fernando Krelling (esquerda) e Kelvin Soares desenvolvem parceria de longa data e foi pela sua indicação que o novo presidente chega para conduzir a Fesporte nos próximos dois anos. Foto: Perfil social Kelvin.
Deputado Fernando Krelling (esquerda) e Kelvin Soares desenvolvem parceria de longa data e foi pela sua indicação que o novo presidente chega para conduzir a Fesporte nos próximos dois anos. Foto: Perfil social Kelvin.

Dança das cadeiras vai atingir o CED-SC


Ao desembarcar na Fesporte, Kelvin Soares deverá promover mudanças no corpo administrativo. Do diretor de esportes às 10 gerências, além de alguns assessores e consultores, o presidente atuará em questões pontuais, uma vez que se tratam de cargos de confiança. Ele vai levar em consideração a capacidade técnica de cada novo ocupante, mas também terá que conviver com algumas indicações políticas para a ocupação dos cargos vagos.

A dança das cadeiras também vai movimentar o Conselho Estadual de Esportes (CED-SC) com o ingresso de Kelvin como presidente da Fesporte. Também conselheiro e indicado pelo governo do Estado a ocupar uma cadeira do órgão legislador do esporte catarinense, a condição de presidente da Fesporte lhe dá o status de membro nato do colegiado. Com isso, um novo conselheiro será nomeado pelo Estado após a renúncia formal de Soares. (JC)

724 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo